C
entro
E
spírita
M
iguel
   
Rua Glaziou, 265 - Abolição - RJ
Tel.: (21) 2596-4046

"NASCER, MORRER, RENASCER AINDA E PROGREDIR CONTINUAMENTE, ESTA É A LEI"
“Não são os problemas da vida que nos agravam a tensão nervosa. São as dificuldades em aceitá-los.”




A livraria do CEM
continua divulgando o livro
espírita doutrinário, romance ou
os importantes livros do Pentateuco.
Temos promoção de livros a R$ 10,00!
Aos associados oferecemos,
para empréstimos, mais de 2.000 volumes
de livros doutrinários.

Venha nos visitar!

Aceitamos Cartões

Não Esqueça o
HEMORIO
o esta sempre precisando de doador

Rua Frei Caneca, 8
Centro Rio de Janeiro
(21) 2332-8611
DOAR É O MAIOR GESTO DE AMOR

NOVOS CURSOS
 
 
FINADOS
Convencionou-se chamar novembro de “o mês da saudade”, pois dedicamos aos chamados “mortos” esse dia 02.
Mas esses “mortos” são apenas ausentes de nossos pobres sentidos que não nos permitem captar as suas vibrações, a sua presença entre nós a nos abraçar e beijar com carinho a cada pensamento dirigido a eles no íntimo de nossos corações.
À medida que o tempo passa faz diminuir a dor brutal da separação, mas a saudade se instala na alma de quem foi e de quem permanece.
Não vamos nos deixar pela angústia, pela nostalgia, pelo desespero ou revolta que só vão maltratar os nossos queridos abrindo um abismo de desconforto e comunicação entre nós e eles.
Já sabemos que a morte não é a estação final.
Eles prosseguem assim como nós, movimentando-se para enfrentar a nova realidade da vida que continua; esperançosos ou tristes, recebendo os nossos pensamentos e orações destinados ao reconforto deles e nosso.
Não se tornaram sábios, nem poderosos, mas precisam de nós para não se afligir ou se rebelarem; para se restabelecerem e se equilibrarem.
O corpo que tombou libertou o espírito para que possa ascender às esferas espirituais mais elevadas e recolher os frutos de todos os benefícios que semearam e continuar a sua evolução na certeza de que o amor que nos uniu continua a ser distribuído para aqueles que ficaram e que abençoam a sua lembrança.
Aguardamos o reencontro praticando o bem em seu nome para que recebam, multiplicado, todos os benefícios que fizeram por merecer.
Recordemos que, recolhidos e atemorizados, os discípulos reunidos receberam a visita de Jesus que retornou da morte com o legado da vitória da vida sobre a desencarnação; e venceram!
 

CHAMADOS E ESCOLHIDOS
Estejamos convictos de que ainda nos achamos à longa distância do convívio com os eleitos da glória celeste, entretanto, pelo chamamento da fé viva que hoje nos traz ao conhecimento superior, guardemos a certeza de que já somos os escolhidos:
- para a regeneração de nós mesmos;
- para o cultivo sistemático e intensivo do bem;
- para o esquecimento de todas as faltas do próximo, de modo a recapitular com rigor as nossas próprias imperfeições, redimindo-as.
- para o perdão incondicional, em todas as circunstâncias a vida;
- para a atividade infatigável na confraternização verdadeira;
- para auxiliar aos que erram;
- para ensinar aos mais ignorantes que nós mesmos;
- para suportar o sacrifício no amparo aos que sofrem sem a graça da fé renovadora que já nos robustece o Espírito;
- para servir, além de nossas próprias obrigações, sem direito à recompensa;
- para compreender os nossos irmãos de jornada evolutiva sem exigir que nos entendam;
- para apagar as fogueiras da maledicência e do ódio, da discórdia e da incompreensão ao preço de nossa própria renúncia;
- para estender a caridade sem ruído, como quem sabe que ajudar aos outros é enriquecer a própria existência;
- para persistir nas boas obras sem reclamações e sem desfalecimentos, em todos os ângulos do caminho;
- para negar a nossa antiga vaidade e tomar, sobre os próprios ombros, cada dia, a cruz abençoada e redentora de nossos deveres, marchando, com humildade e alegria ao encontro da vida sublime...
A indicação honrosa nos felicita.
Nossa presença nos estudos do Evangelho expressa o apelo que flui do Céu no rumo de nossas consciências.
Chamado para a luz e escolhidos para o trabalho.
Eis a nossa posição real nas bênçãos do “hoje”.
E se quisermos aceitar a escolha com que fomos distinguidos, estejamos certos igualmente de que em breve “amanhã” comungaremos felizes com o nosso Mestre e Senhor.

Emmanuel, página recebida por Francisco Cândido Xavier)
“Espalhe esse segredo. A felicidade depende de nós.”

NA CASA ESPÍRITA:
“A Casa Espírita exige um comportamento adequado às finalidades dela.
Vigiemos atitudes, trajes, gestos, palavras e pensamentos.
Não requer atitude de santidade ou virtude hipócrita; é apenas manter a Casa Espírita em sua condição de templo onde aprendemos valores espirituais e sociais para serem vivenciados, dentro e fora dele.”
(Jornal do Lar de Tereza)

 
ESPERANÇA
Se a noite o surpreendeu de coração ferido ou de cérebro azorragado por amargos arrependimentos, não se renda à dor que lhe parece irremediável...
Enquanto a sombra se estende ao longo do caminho, e a ventania sopra, qual lamentoso grito de angústia, fite as estrelas que cintilam nas alturas e siga adiante, ao encontro do novo dia.
Não pode? Tremem-lhe os pés sob o fardo da aflição? Enrijeceram-se-lhe as fibras da alma e não consegue nutrir um novo sonho?
Erga uma prece à Esperança, o gênio da luz que nos permite antever o porvir imenso. Recolha-se à oração e ela virá, doce e infatigável enfermeira, balsamizar-lhe as chagas interiores e sustentar-lhe as energias semimortas.
Atenda-lhe o apelo carinhoso e prossiga sem desfalecimento.
Não o embote o entorpecente elixir da inércia ou o fel corrosivo do sofrimento.
Aceite as sugestões do gênio amigo e reflita...
Sentirá no próprio coração dores maiores que a sua, os pavores dos grandes infelizes, as úlceras cancerosas de milhões que, até agora, você não conseguira ver.
Então, inefável consolo baixará do Céu sobre a sua dor, aquietando-lhe a ânsia inexprimíveis sentimentos desabrocharão em seu espírito, e seus braços se abrirão para acolher as ignoradas mágoas dos seres mais humildes da Terra.
Nem todos sabem avaliar essa virtude celeste. Muitos a transformam em vinagre de impaciência ou em tortura mortal, convertendo-lhe a bênção em estilete da enfermidade.
Felizes, porém, daqueles que lhe guardam a sublime claridade no imo do espírito, porque verão a sabedoria do tempo, adquirindo com a vida a ciência da paz.
Espera! – diz a noite – o dia voltará.Espera!
clama a semente – o fruto não tarda.
Espera! – anuncia a justiça– e tudo recomporei.
Bem-aventurados, pois, quantos no mundo sabem aprender, servir e esperar!

Viana de Carvalho / Chico Xavie – Livro Falando a Terra

“Quando problemas apareçam, não se deixe arrastar na angústia; trabalhe e deixe Deus decidir.”

AVISO
O Departamento Assistencial agradece a colaboração dos
Miguelinos na “Campanha dos Chinelos” e inicia, agora, a
“CAMPANHA DOS PADRINHOS DE NATAL”.
Os interessados devem procurar a Sra Carmélia.
“SEUS PRESENTES FAZEM A ALEGRIA DAS CRIANÇAS!

CONVITE
O Departamento de Infância e Juventude convida para a
“TARDE DE ARTES” com a Mocidade Espírita Pedro de Alcantara (MEPA)
DIA: 30 de novembro (domingo)
HORÁRIO: 15h
TEMA: AONDE ESTÁ O SEU TESOURO?
AÍ ESTÁ O SEU CORAÇÃO.
©2003 Direitos Reservados CEM
Brasil, coração do mundo, pátria do Evangelho
 
Sintonize e ouça as palestras realizadas no CEM